Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

todos perdem o encantamento quando se distraem contigo

todos perdem o encantamento quando se distraem contigo

Angustia fotográfica

 

 

 

    Lentamente recorda-se Fevereiros risonhos e noites que nunca acabam.
      As castanhas e as nozes que nunca mais saboreiam à inocência dos nove anos.  
      Momentos perdidos na mente reflectida de um homem bom. São estas pequenas fotografias a preto e branco que revelam a veracidade amorosa, pequenas e grandes, focadas ou tremidas, incutem uma mensagem, aquele sorriso simulado ou até aquela postura verdadeira, somas e somas de maneiras, são de um dia qualquer, de um momento de enlace, são prova da memória que preexistirá pela vida.
      As palavras já nada dizem ao cérebro cansado e a máxima já não existe mais. Tudo se transformara em ódio sonante e as premissas são cinzentas, a luz apagou-se, fecham-se as cortinas e morre-se triste. A mágoa é tanta que asfixia a voz, o vazio é tanto que mata aos poucos, a dor é tanta que purifica a alma e os dias preservam a realidade. Os dias preservam a realidade. Os dias preservam a realidade. Os dias preservam a minha imaginação.
      Partidas e ases de copas numa mesa escura e eis que aparecem as lacunas da imaginação, são nove e cinco da manhã, não restam mais dúvidas, as apostas terminaram e devagarinho abre-se a porta do quarto.
     O passado dele é o aforismo amistoso e o alimento pela obsessão ferida, espezinhando os meus dedos com uma sola de espinhos cruéis.
     Os discos de vinil deviam de arder com a impressão de nunca terem existido, tal como todas as tormentas que atingem cada poro sensitivo do meu egocêntrico e maltratado ser.
     Matem-me por favor.

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D