Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

todos perdem o encantamento quando se distraem contigo

todos perdem o encantamento quando se distraem contigo

Conheço um farol

 

Naquele dia de grande entusiasmo e frequente desespero, entendi que era ainda muito mais que silêncio esquecido. Se tinha antes sido um mero passo cambaleante, ainda continuava a sê-lo e cada vez mais tarde veloz, mais tardio na caminhada e ciente de nada. Sempre fui parte incompleta de uma orquestra sem amor, em que os dias são apenas uma migalha inadiável de distrações alheias. Conheço um farol distante, donde emergem sempre as mesmas plantas viscosas e molhadas, algas intrínsecas capazes de estranheza mundana. A tristeza nunca foi inimiga do mar bravo e da maresia das palavras. Pintei esse farol de uma varanda marcada pelo tempo e pelo sal. Na escrita de outrora ainda persistia qualquer coisa de belo e de ingénuo, que jamais poderia regressar, porque daquela antiga inocência lânguida nasceu a vaidade do verdadeiro amor, que hoje sucumbe ao desvaneio. Este tinha sido o meu dom. O dom da tristeza e do passado errante, que nunca tive, mas que pensei. Não havia mais cascatas berrantes, nem discos sonantes de cenários capazes de preencher momentaneamente felicidade. Em cada momento esmoreci, quase sem nada para oferecer ao prazer. Na reciprocidade nunca encontrei qualquer vírgula de encantamento. Sempre me cruzei com ilusões esbatidas pelo tempo e amei-as por saber que não durariam. Conheço um farol queimado pelo mar, em Bretanha, onde quis morar, como que por remanescência de nunca ter realmente vivido aqui. No balanço do estanque, nada pode fazer mais sentido que a própria queda. Os dias passam e as algas ficam mais rígidas e estampadas na pedra. Assim é-o comigo.

fotopass.jpg

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D